Cheers!

Cheers!

Quando alguém com mais de 40 anos de idade diz frases como “No meu tempo de criança o mundo era um lugar melhor.”, não há o que se discutir. Trata-se de uma falácia alimentada pela nostalgia de uma época que não volta mais. Ainda bem. São muitas as coisas que fazem da atualidade um lugar melhor. E para comprovar este ponto de vista, apresento um único e simples exemplo: a cerveja!

Photo by: ViewApart / Getty Images

Dando uma geral na história rapidamente, a cerveja foi descoberta sem querer pelos sumérios aproximadamente 6 mil anos atrás, quando deixaram um líquido a base de cevada fermentar por tempo demais. O líquido alcoólico agradou a turma. Mil anos depois, os egípcios aprimoraram a receita, que foi acompanhando a humanidade ao longo dos séculos. Na idade média, somente membros do clero sabiam ler e escrever. Eles tinham acesso aos hieróglifos egípcios, onde viram algumas receitas da bebida e passaram a produzi-la nos monastérios. Foram os monges que adicionaram o lúpulo para ajudar a conservar a bebida por mais tempo e dar um sabor mais refrescante. Popular na Europa, em especial entre os povos germânicos, foi mais ou menos nessa época que foi instaurada na Baviera a lei de pureza, que muitos seguem até hoje.

Photo by: vinepair.com

Tomar cerveja sempre foi um ato essencialmente social, feito em grupo em celebrações. Hoje não é diferente. Não existe lugar como a mesa do bar, onde grupos se juntam ali em volta, sempre acompanhados de garrafas de cerveja, para rir, chorar, resolver conflitos, problemas econômicos, escalações de times de futebol, discutir listas de discos favoritos, comemorar aniversários, jogar truco, falar mal dos outros e, eventualmente, comer um torresminho. E não é só no bar.  A cerveja está presente em quase todo momento em que haja uma confraternização, comemoração ou uma simples reuniãozinha informal entre amigos para relaxar.

Photo by: Shutterstock

Mas cerveja, juntar a turma no bar, rir, falar abobrinha, comer torresmo… são coisas que sempre existiram, é verdade. O que faz da cerveja um ótimo exemplo de que vivemos numa época melhor que outrora é justamente tudo o que sabemos sobre ela hoje. O Brasil sempre foi um grande consumidor de cerveja, mas só dos anos 90 pra cá que começamos a falar sobre qualidade, conhecer os diferentes tipos de cerveja e começaram a pintar as primeiras microcervejarias artesanais, isso tudo possível devido à valorização do real na época. Com o dólar muito barato, tivemos mais acesso a produtos importados, tanto cervejas gringas começaram a pipocar aqui, como as máquinas e insumos necessários para a fabricação também ficaram mais acessíveis.

Photo by: brewdog.com

Atualmente, com a internet e todo tipo de informação disponível, não só sabemos as diferenças entre uma IPA, uma stout, uma pale ale, uma pilsen, como também ficamos por dentro das harmonizações, tipo uma cerveja de trigo acompanhando um peixe, uma red ale acompanhando uma carne de porco mais condimentada e por aí vai. Ou seja, aquele almoço em família, reunir a turma no bar ou fazer um churrasco ficou muito mais gostoso, pois você tem à mão toda a informação que precisa, pode comprar sua marca de cerveja favorita pela internet, caso seja um rótulo difícil de achar em supermercados, pode pesquisar as melhores harmonizações, sem falar que com essa popularização de cervejas premium e artesanais, temos muito mais variedade de rótulos hoje do que em qualquer tempo do passado.

Então, já sabe. Se alguém vier com esse papo de “no meu tempo era melhor”, é só chamar a pessoa pra tomar uma e colocar essa conversa em dia.

Photo by: Shutterstock

VAI FUNDO!

Para ouvir: Claro que temos uma playlist temática sobre cerveja, com 10 tracks empolgantes pra animar aquela cervejada com a turma.

Para assistir: Vale A pena conferir o filme Jogada de Mestre (título original: Kidnapping Mr. Heineken). Como sugere o nome em inglês, o longa retrata o espetaculoso sequestro do dono da cervejaria Heineken nos anos oitenta. Dirigido por Daniel Alfredson e lançado em 2015, não é um filme difícil de achar entre as plataformas de streaming por aí.

Para ler: Para quem curte cerveja, o livro Larousse da cerveja: A história e as curiosidades de uma das bebidas mais populares do mundo é uma obra indispensável. O autor, Ronaldo Morado, é especialista no assunto, foi dono da cervejaria Colorado e hoje dá consultoria empresarial no ramo.

Adicionar um comentário


Cadastre-se na Newsletter
X

Receba nossos conteúdos por e-mail.
Clique aqui para se cadastrar.