Laranja Mecânica Facts: 10 coisas que você (talvez) não saiba

Laranja Mecânica Facts: 10 coisas que você (talvez) não saiba

Por Carlos Cardoso.

Baseado no livro homônimo de Anthony Burgess, Laranja Mecânica (1971) é uma das obras-primas de Stanley Kubrick. Político, filosófico, satírico, ultra-violento e pornográfico; o filme narra as desventuras do violento e carismático Alex (Malcolm McDowell) e seus “droogs” (Pete, George e Dim) em uma Grã-Bretanha distópica e brutal. Se liga então nessas 10 curiosidades que você talvez não saiba sobre o filme:

1) A cena do estupro, onde Alex canta e dança “Singin’ in the Rain” não estava no roteiro. Achando que a cena estava muito convencional, Kubrick perguntou se Malcolm McDowell sabia dançar, Malcolm, então, começou a improvisar, Kubrick adorou o resultado, pagou $10.000 pelos direitos autorais da música.

StripMe-post-LM1

2) O olhar cínico com o rosto levemente inclinado de Alex na primeira cena do filme é conhecido como “Kubrick’s stare”, uma espécie de marca registrada do diretor na sua caracterização da insanidade, presente principalmente em filmes do diretor como: “2001: Uma Odisseia no Espaço”, “Laranja Mecânica”, “O Iluminado” e “Nascido para Matar”. Mais recentemente, influenciou Heath Ledger na construção de sua versão do Coringa.

StripMe-post-LM2

3) O título “Laranja Mecânica” (A Clockwork Orange) refere-se ao tratamento behaviorista no qual Alex é submetido. Nas próprias palavras do escritor Burgess: “O ser humano é dotado de vontade. E pode usá-la para escolher entre o bem e o mal. Se só pode fazer o bem, ou só pode fazer o mal, é uma laranja mecânica – significa que tem aparência de um organismo adorável, com cor e suco, mas que na realidade é um brinquedo mecânico para ser manipulado por Deus ou pelo Diabo.” Na imagem vemos a colcha da cama de Alex, na qual a ilustração representa laranjas.

StripMe-post-LM3

4) Kubrick pediu ao Pink Floyd para usar “Atom Heart Mother”, faixa que abre o álbum homônimo da banda, na trilha sonora. Porém, como o diretor queria uso ilimitado da composição, a banda rejeitou a proposta. Quando Alex visita a loja de discos, é possível ver nas prateleiras a trilha de 2001 – Uma Odisseia no Espaço e Atom Heart Mother. Outros discos visíveis na loja são Lorca, de Tim Buckley, As Your Mind Flies, do Rare Bird, Deja Vu, de Crosby Stills Nash & Young, The Transfiguration Of Blind Joe Death, de John Fahey, Magical Mystery Tour, dos Beatles, After The Goldrush, de Neil Young, The Chicago Transit Authority, do Chicago e In The Summertime, do Mungo Jerry.

StripMe-post-LM4

5) O médico que pinga colírio em Alex enquanto ele é forçado a assistir filmes violentos é um médico de verdade, presente para assegurar que os olhos de McDowell não secassem. Seus olhos foram anestesiados para que as cenas de tortura fossem filmadas sem tanto desconforto. Ainda assim, suas córneas foram arranhadas pelos grampos de metal, causando cegueira temporária.

StripMe-post-LM5

6) Na cena em que os “droogs” chegam de carro é possível ler a inscrição “HOME”, Kubrick posicionou estrategicamente a câmera de forma que os faróis do “Durango 95”, imitassem o visual assimétrico causado pelo cílios postiço de Alex.

StripMe-post-LM6

7) Essa cena recria uma pintura de Vincent Van Gogh, Prisioneiros se Exercitando (1890).

StripMe-post-LM7

8) Alex foi o primeiro psicopata da história do cinema a conquistar a simpatia do público, causando muita polêmica. Alguns acusavam o filme de incitar a violência. Dentre outros famosos psicopatas carismáticos que conquistaram a simpatia do público estão Hannibal Lecter e Coringa. No mundo real, temos o célebre caso de Charles Manson.

StripMe-post-LM8

9) No Brasil, o filme entrou na lista de obras proibidas pela censura do governo militar, fazendo com que os cinéfilos fossem assistir a polêmica obra em países vizinhos, como o Uruguai. Quando foi liberado em 1978, só conseguiu ser exibido nas salas com ridículas bolinhas pretas sobrepostas nas cenas de nudez (mesmo com classificação para maiores de 18 anos).

StripMe-post-LM9

10) Os Rolling Stones chegaram perto de estrelarem no filme, mas o empresário da banda não foi bem sucedido em garantir do escritor os direitos para a adaptação. O projeto acabou ficando nas mãos de Stanley Kubrick, que chegou a considerar tal elenco, mas acabou optando por Malcolm McDowell (cuja interpretação foi aclamada pela crítica). Apesar do veredito, o magnata da música Andrew Loog Oldham se empenhou em fazer com que os quatro “droogs” fossem interpretados por Mick Jagger (que viveria Alex), Charlie Watts, Brian Jones e Keith Richards.

Oldham admite que estava inspirado em transformar os Stones em astros do cinema depois do sucesso dos primeiros filmes dos Beatles “A Hard Day’s Night” e “Help!”. Oldham, o empresário da banda durante os anos 60, responsável por disseminar a imagem de bad boys dos integrantes, também revela: “Não consegui os direitos autorais para fazer “A Clockwork Orange” porque Anthony Burgess pensava que estava com câncer, então, desesperado, acabou vendendo os direitos para outros. Oldham, então, acabou produzindo o documentário “Charlie Is My Darling”, sobre uma turnê da banda na Irlanda.

StripMe-post-LM10a


 

Sobre a Strip Me

Alex DeLarge é o delinquente mais carismático da história do cinema. Foi por isso mesmo que criamos a Camiseta Laranja Mecânica, de fãs para fãs. Uma homenagem a Alex, seus Droogs e ao gênio Stanley Kubric. Além das camisetas de filmes, em nosso site você também encontra camisetas de bandas e camisetas de seriado, vem conferir http://www.stripme.com.br

Scarface Facts: 10 coisas que você (possivelmente) não sabia

Scarface Facts: 10 coisas que você (possivelmente) não sabia

Inspirado no clássico de 1932 de mesmo título, Scarface retrata a violenta carreira (com o perdão do trocadilho) de um refugiado cubano que sobe na vida à bala, chegando ao topo do império da cocaína em Miami.

stripme-scarface-8

Tá, isso você já sabia. Mas talvez você não soubesse que:

  1. Apesar do clima e enredo Miami do filme, a maioria das filmagens foi feita em Los Angeles. Isso porque o Conselho de Turismo de Miami barrou a produção na cidade com medo de queda no número de visitantes, já que o filme retratava o submundo local.stripme-scarface-4
  2. Bizarro ou não, Oliver Stone escreveu o roteiro de Scarface durante seu vício em cocaína.
  3. Já Brian De Palma, ficou tão aficionado pelo roteiro que abandonou seus planos de dirigir Flashdance. Obrigado Brian!
  4. Steven Bauer, que interpreta o fiel escudeiro Manny Ribera é o único ator cubano no elenco principal. Falando em Manny, sabe quem foi também cotado para o papel: há, John Travolta!stripme-scarface-6
  5. A palavra fuck (e suas diversas variações) é usada 226 vezes no filme, o que dá uma média de 1.32 fucks por minuto.
  6. Saddam Hussein (isso, ele mesmo) colocou o nome de Montana Management em uma de suas empresas do segmento de lavagem de dinheiro.stripme-scarface-3
  7. O filme inspirou o seriado Miami Vice e o jogo GTA Vice City.
  8. O sobrenome Montana é uma homenagem de Oliver Stone ao jogador de futebol americano Joe Montana.
  9. Steven Spielberg deu uma mãozinha na direção das cenas de tiroteio contra os bolivianos.stripme-scarface-7
  10. Tony Montana é o personagem favorito de Al Pacino. A gente concorda, Al!

A Strip Me

Camisetas de filmes, camisetas de seriados, camisetas de rock: tudo isso você encontra na Strip Me. E, fãs que somos de Scarface e da atuação fodástica de Al Pacino, fizemos uma homenagem para fãs que procuram uma camiseta tão cheia de personalidade quanto o filme. Com vocês, Camiseta Tony Montana, disponível no site: www.stripme.com.br 

strip-me-scarface-post-produtos

Guia de Estilo: Tony Montana

Guia de Estilo: Tony Montana

Há 31 anos, Scarface foi lançado e redefiniu o sonho americano por várias gerações. Da sarjeta ao topo do mundo, Tony Montana se tornou uma figura que todos queriam imitar.

Basicamente, o filme glorifica as possibilidades que o comércio de cocaína oferecia a qualquer sujeito disposto a sujar as mãos no início dos anos 80. Carros, mulheres e animais exóticos eram alguns dos itens favoritos de ostentação, mas a coisa mais importante para reafirmar o status dos senhores do tráfico eram as roupas.

Al Paccino esbanja estilo interpretando Tony Montana, por isso, fizemos uma compilação de looks opulentos que o protagonista desfila no clássico. Espia só!

Look 1. Floral a la turista

estilo1

Logo na primeira cena em que vemos Tony Montana, ele está com uma camisa floral que seria o centro das atenções em qualquer ambiente. Chegou chegando.


Look 2. Tony Sports

estilo2

Esse é o outfit usado por Tony para jogar basquete, mais elegante do que qualquer coisa que você já tenha usado em qualquer atividade esportiva, vai?!


Look 3. The Tiger

estilo3

Tá, você quer uma camisa com estampa de tigres agora. Eu também. No filme esse é o look com que Tony entra em uma das transações de drogas mais violentas e que mais deram errado na história do cinema. Tá lembrado?


Look 4. Dress-code: Reunião de Negócios

estilo4

Quando você vai se encontrar com o chefe pela primeira vez, é melhor você se vestir de forma adequada.


Look 5. Sente o sucesso

estilo5

Depois de alguns meses de trabalho bem sucedido, Tony e seu parceiro Manny começam a se vestir como caras que mandam em Miami. E pra compor o look, nada como um drink bem discreto às três da tarde só pra mostrar que você pode.


Look 6. Animal Print

estilo6

Mais do que um terno elegante e óculos de sol gigantes, estilo mesmo é combinar o look com o tigrado nos bancos do seu Caddy amarelo conversível.


Look 7. Ouro e seda

estilo8

Só alguém que está definitivamente rumo ao topo, como Tony, pode usar um look tão peculiar. Imagina no happy hour? Imagina na boate? Sucesso.


Look 9. Terno de $ 800

estilo9

O terno de 800 dólares ganhou algumas manchas nessa cena, ossos do ofício. No fim das contas, até incrementou o estilo bad ass, motherfucker de Tony Montana.


Look 10. Casual

estilo10

Tony se veste de acordo com o dinheiro que acumula. Afinal, usar uma camisa de smoking branca pra ficar em casa de boa não é pra qualquer um.


 

Espaço reservado pro merchan \o/

A Strip Me é uma marca voltada pra cultura pop e o estilo urbano. Desenvolve camisetas de filmes, camisetas de bandas, camisetas de seriados e acessórios modernos e descolados. Essa camiseta é uma homenagem ao filme e ao estilo matador (com o perdão do trocadilho) de Tony Montana, de fãs para fãs. Corre lá pra loja virtual www.stripme.com.br pra garantir a sua!

t-shirt-tony

Soundtrack: 11 trilhas sonoras sensacionais

Soundtrack:  11 trilhas sonoras  sensacionais

Não é regra, mas deveria ser: se o filme é bom, a trilha sonora é genial. É por essa razão que alguns filmes contêm trilhas sonoras tão boas que acabamos por associar, eternamente, as músicas que tocam no filme com as cenas e os personagens; e aí, o “estrago” está feito.

Alguns diretores também atacam tão bem de DJ na escolha das músicas, que suas trilhas sonoras acabam por se tornar referência, como é o caso de Scorsese e, claro, Tarantino. Esse último, aliás, já revelou em entrevistas que ao escrever o roteiro de seus filmes, o primeiro passo é selecionar a trilha sonora, que dará vida e clima aos personagens.

Então, nessa pegada toda de filmes e trilhas, garimpamos o youtube e selecionamos 11 Soundtracks originais de ótimos filmes que valem a pena ser escutadas. Dá o play e divirta-se!

1. I am sam

http://www.youtube.com/watch?v=Y3uLCTfle24


2. Django Unchained

http://www.youtube.com/watch?v=uyx3T3neIDY


3. Pulp Fiction


4. Trainspotting

http://www.youtube.com/watch?v=SapClGprE2A


5. The Wolf of Wall Street (O lobo de Wall Street)


6. School Of Rock (Escola de Rock)


7. Scarface


8. Fight Club (Clube da Luta)


9. Reservoir Dogs (Cães de Aluguel)


10. Juno


11. Into the Wild (Na Natureza Selvagem)


Sobre a Strip Me:

A Strip Me desenvolve camisetas com estampas criativas e originais. Visite nossa loja virtual, onde, além de camisetas de rock, camisetas de filmes e camisetas de cultura pop, você também encontra diversos acessórios modernos e exclusivos. Acesse: www.stripme.com.br

10 filmes imperdíveis com temática musical

10 filmes imperdíveis com temática musical

A música no cinema pode ir muito além da trilha sonora, deixando de ser coadjuvante para se tornar o principal elemento no desenvolvimento da história. E quando essa história cai nas mãos de diretores geniais e atores inspirados, o resultado é quase sempre inesquecível. Pensando nisso, preparamos uma lista de filmes onde a música é protagonista. Aperte o play e confira!

• Sid & Nancy: Love Kills

 sid-nancy

Sex Pistols, Sid Vicious e Nancy Spungen. Essa mistura explosiva de elementos foi retratada no filme “Sid & Nancy”, de 1986. Sexo, drogas, maluquices, violência e muito punk rock permeiam toda a história. Baseado em fatos reais, o filme faz um belo retrato do nascimento do punk rock na Inglaterra no fim dos anos 70, e é obrigatório para todos os fãs de rock and roll, punk rock e, principalmente, de Sex Pistols.


• Almost Famous (Quase Famosos)

quase-famosos

Possivelmente um dos melhores filmes com temática rock and roll já feitos, “Quase Famosos” é um retrato fiel do cenário rock americano dos anos 70. Dirigido por Cameron Crowe, o filme retrata o ponto de vista de um garoto de 15 anos que é contratado pela prestigiada revista Rolling Stone para acompanhar a primeira turnê da banda Stillwater. Detalhe: o próprio diretor Cameron Crowe, aos 15 anos, também trabalhou para a Rolling Stone, acompanhando excursões de bandas como Led Zeppelin.

https://www.youtube.com/watch?v=lEnYVwctef0


• Ray

ray

Poucos astros da música tiveram um talento tão extraordinário e uma carreira tão incrível quanto Ray Charles. Estrelado por Jamie Foxx, o filme “Ray” percorre a história de vida de Ray Charles desde sua infância pobre em uma pequena cidade no estado da Georgia até sua ascensão no mundo da música. Riquíssimo em detalhes da vida do músico, o filme deu a Jamie Foxx o Oscar de melhor ator em 2005, por sua atuação impecável. Filme inquestionável e inesquecível!


• The Runaways (Garotas do Rock)

The-Runaways

Estrelado por Dakota Fanning e Kristen Stewart, The Runaways é uma adaptação do livro “Neon Angel: A Memoir of a Runaway”, escrito pela vocalista original da banda, Cherie Currie. O início da banda, as dificuldades e a relação conturbada entre as duas estrelas, Joan Jett e Currie, são retratadas. Não se trata de uma megaprodução, nem mesmo de um filme de encher os olhos, mas, para os fãs de rock and roll, The Runaways é uma bela diversão.


• Pink Floyd – The Wall

the-Wall

Baseado no clássico álbum “The Wall”, do Pink Floyd, o filme foi escrito pelo próprio mandachuva da banda, o baixista Roger Waters. Poucos diálogos, cenas memoráveis, surrealismo, ótimas animações e uma bela atuação de Bob Geldof são alguns dos ingredientes do filme que, em alguns momentos, parece um videoclipe sem fim. O destaque vai para a trilha sonora, o próprio álbum “The Wall”.


• Walk the Line (Johnny and June)

walk_the_line

A incrível e conturbada história de vida de Johnny Cash, desde sua infância numa vila rural até o sucesso na música ao lado de nomes como Elvis Presley e Jerry Lee Lewis, é retratada nesse filme sensacional, de 2005, dirigido por James Mangold. O estilo de vida rebelde e errático de Johnny Cash ganha vida na atuação impecável de Joaquin Phoenix. Destaque também para a ótima atuação de Reese Witherspoon no papel de June Carter. Tanto para fãs de cinema como para fãs de música, Johnny and June é um filme imperdível.

https://www.youtube.com/watch?v=PYy0sfFwm4E


• Cadillac Records

cadillac-records

Chicago, final década de 1940. O rico cenário musical da cidade é retratado nessa bela biografia musical que acompanha as tentativas de Leonard Chess, dono da gravadora Chess Records, em encontrar e gravar talentos baseados no blues. Muddy Waters, Chuck Berry, Little Walter e Etta James são algumas das estrelas que passaram pela gravadora e são retratados no filme. Cadillac Records é um belo e romântico recorte da rica música negra americana. Destaque para as atuações de Adrien Brody e Beyoncé.


• A Hard Day’s Night (Os Reis do iê iê iê)

hard-days-night

Primeiro filme realizado pelos Beatles, “A Hard Day’s Night” é um deleite para todos beatlemaníacos. O filme se passa em 1964, auge da beatlemania, e retrata os próprios Fab Four lidando com a histeria coletiva de milhares de fãs. Em poucas palavras, “A Hard Day’s Night” é simples, divertido e obrigatório.

https://www.youtube.com/watch?v=wiW003U4iA8


• I’m Not There (Não estou lá)

im-not-there

Ícone musical, poeta, transgressor, profeta, porta-voz de uma geração… Muitos são os adjetivos possíveis para qualificar Bob Dylan, ao passo em que muitas também foram as fases distintas vividas pelo músico. Nesse filme de 2007, seis atores interpretam diferentes fases da vida de Dylan. Original e criativo, o filme se destaca também pelo belo elenco, que conta com nomes como Christian Bale, Cate Blanchett, Heath Ledger, Richard Gere, dentre outros.


• High Fidelity (Alta fidelidade)

high_fidelity_d

Baseado no best-seller homônimo de Nick Hornby, “Alta Fidelidade” retrata a vida de Rob Gordon, um dono de uma loja de discos de vinil à beira da falência e suas investidas fracassadas no amor. Enciclopédia pop ambulante, Alta Fidelidade se tornou um filme cult obrigatório para fãs de música em todo o mundo.

 


Sobre a Strip Me:

A Strip Me desenvolve camisetas com estampas criativas e originais. Seu foco são camisetas de rock, camisetas de filmes e camisetas de cultura pop, além de acessórios exclusivos. Confira nossa loja virtual: www.stripme.com.br

Cadastre-se na Newsletter
X

Receba nossos conteúdos por e-mail.
Clique aqui para se cadastrar.